A economia do Ceará cresce o dobro da economia do Brasil em 2019

O Produto Interno Bruto (PIB) do estado do Ceará, entre abril e junho deste ano, fechou em 2,08% em relação a igual período de 2018.

Economia, Notícias

Foto reprodução

O Produto Interno Bruto (PIB) do estado do Ceará, entre abril e junho deste ano, fechou em 2,08% em relação a igual período de 2018. No segundo trimestre anterior, o índice atingiu 0,52%. Do primeiro semestre a alta totalizou 1,31% um acumulado nos últimos quatro trimestres foi de 1,33%.

O PIB cearense superou os resultados do nacional, de respectivamente, 1,0% no segundo trimestre deste ano; 0,4% na comparação com o primeiro trimestre; 0,7% no acumulado este ano e no acumulado nos últimos quatro trimestres: 1,0%.

Em informações retiradas do Diário do Nordeste, Nicolino Trompieri, coordenador de Contas Regionais do Ipece, afirma “O crescimento para 2019 está ancorado não só pelo bom resultado do segundo trimestre, mas também pelas perspectivas para o segundo semestre, explicadas pela retomada do consumo das famílias. Essa retomada está sendo ajudada pela política macroeconômica dos saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

As famílias serão beneficiadas por uma fonte de renda extra que vai ajudar a reduzir o endividamento”, avalia.Segundo ele, a queda da taxa básica de juros, a Selic, vai ofertar consequentemente crédito mais barato para os consumidores.

O governador Camilo Santana fala sobre o crescimento da economia e quais os impactos positivo para o estado Ceará:

“Quando a Economia cresce gera mais emprego, gera mais oportunidades, que é esse esforço que a gente tem feito nessas nossas viagens internacionais, nas viagens que tenho feito dentro do Brasil, em buscar empreendimentos e investimentos que possam gerar emprego para as pessoas do Ceará”

Indústria

Segundo dados do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) mostram que o setor da Indústria foi o que mais cresceu no período. Tendo enfrentado a crise econômica em 2014 a indústria cearense conseguiu crescer 4,68%. Amparada pelo setor da Indústria da Transformação (7,70%) e na Construção Civil (5,64%).

Serviços

O setor Serviços, no segundo trimestre de 2019, resultado, com 1,64%. Na parte do Comércio este setor apresentou índice de 5,29%, seguido por Transportes, com 2,60%, e Intermediação Financeira, com 2,13%

Agropecuária

Dos três setores,o agropecuário está na última colocação, crescendo apenas 0,95% no segundo trimestre em relação a igual período de 2018. 

Os três resultados por setores no Ceará superaram os índices do País, que foram, respectivamente, de 0,3% (indústria); 1,2% Serviços e 0,4% Agropecuária.

Sendo o PIB um indicador que mostra a tendência do desempenho da economia no curto prazo. Dentre os estados brasileiros realizam o cálculo de sua economia trimestralmente, estão o Ceará e mais sete estados : Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo. Estes utilizam a mesma ponderação das Contas Regionais.

Share this Story
Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Iara Meneses
Carregar Mais Em Economia

Veja Também

Ceará: Inep recusou 559 pedidos de reaplicação do Enem

A reaplicação da prova vai acontece em outras localidades na terça-feira (10) e quarta-feira (11).