Beatificação de Benigna Cardoso é aprovada pelo Vaticano

Benigna Cardoso da Silva, nascida em Santana do Cariri no Ceará em 1928, morreu mártir e já era considerada heroína da castidade.

Regional

O Papa Francisco autorizou a promulgação dos Decretos para cinco novos beatos. Entre eles, a brasileira Benigna Cardoso da Silva, nascida em Santana do Cariri no Ceará em 1928, que morreu mártir, considerada heroína da castidade. Benigna é agora a primeira Beata do Estado do Ceará.

Beata Benigna Cardoso

A brasileira Benigna Cardoso da Silva, leiga, nascida em 15 e outubro de 1928 em Santana do Cariri (Ceará) morreu mártir em 24 de outubro de 1941. Benigna é considerada “Heroína da Castidade”. O pároco Pe. Cristiano Coelho Rodrigues, que fora mentor espiritual da jovem, foi grande incentivador da devoção a ela. Ao tempo do assassinado, ele escreveu a seguinte nota ao lado do registro de batismo de Benigna: “Morreu martirizada, às 4 horas da tarde, no dia 24 de outubro de 1941, no sitio Oiti. Heroína da Castidade, que sua santa alma converta a freguesia e sirva de proteção às crianças e às famílias da Paróquia. São os votos que faço à nossa santinha”.

Entre os próximos novos Beatos, encontra-se também, com o reconhecimento do milagre atribuído à sua intercessão, o cardeal Stefan Wyszyński, Arcebispo Metropolitano de Gniezno e Varsóvia, Primaz da Polônia; nascido em Zuzela (Polônia) em 3 de agosto de 1901 e falecido em 28 de maio de 1981 em Varsóvia. O cardeal foi um defensor da fé durante o regime comunista polonês.

Ainda assim, a cada romaria observa-se um número cada vez maior de devotos com seus testemunhos de graças alcançadas e trajando um vestido semelhante ao que Benigna usava no dia de sua morte: vermelho com bolinhas brancas. Para o pároco Padre Paulo Lemos, tudo isso se deve ao gesto heroico demostrado por ela, ao preferir à morte, em lugar de perder a pureza de seu corpo. “Essa resistência na fé ficou muito viva no coração do povo”, considerou.

Benigna, atualmente, é considerada “Serva de Deus”. O título foi recebido em janeiro de 2013, quando o processo foi oficialmente iniciado. A notícia da aprovação na comissão dos teólogos é um novo motivo para os devotos darem glória a Deus pela obra que realizou em Benigna, sobretudo, os numerosos peregrinos vindos do Cariri Cearense e até de outros lugares da região Nordeste.

Romaria 

A Romaria da agora Beata Benigna acontece neste mês de outubro, entre os dias 15 e 24. Nela, os devotos fazem memória a duas datas: o aniversário natalício (91 anos, se ela estivesse viva) e os 78 anos do martírio. 

Logo cedo, às nove da manhã, os fiéis se reúnem no Memorial da “Heroína da Castidade”, onde participam da Celebração Eucarística. Às onze, põem flores no túmulo da jovem, localizado ao lado da porta central da Igreja Matriz de Senhora Sant’Ana, na tradicional “Missa das Flores”.

Outro momento forte de devoção é o trajeto entre o Bairro Inhumas, onde está o memorial, até a Matriz. Lá, é rezada a última missa do dia, sob a presidência do bispo Dom Gilberto, concelebrada por todos os padres da Diocese de Crato.

Share this Story
Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Joedson Kelvin
Carregar Mais Em Regional

Veja Também

Com decisão do STF, Lula pode ser solto em breve

Nesta sexta-feira (8), os advogados de Lula devem enviar pedido de soltura imediata à Justiça Federal do Paraná.