Hérnia incisional, saiba mais sobre motivo da cirurgia do presidente Bolsonaro

O procedimento vai corrigir alteração do tecido que surgiu no local das cirurgias anteriores

Notícias

Foto: Reprodução

Setembro começou intenso na agenda do Presidente Jair Bolsonaro (PSL), em meio a crise no governo e discussões sobre as soluções para reduzir as queimadas na Amazônia, Bolsonaro deverá se afastar do cargo por três dias para ser submetido à uma cirurgia de correção de uma hérnia incisional. Esta será a quarta cirurgia do presidente desde setembro do ano passado.

A nova cirurgia acontecerá domingo (08) e deverá ser a mais tranquila de Jair até agora. O presidente começou a passar por procedimentos médicos quando foi esfaqueado na cidade Juiz de Fora- MG durante a última campanha eleitoral.

Hérnia incisional

O caso de Bolsonaro é um problema que aparece em cerca de 12% das incisões realizadas, de acordo com a Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal. No ano passado foram registrados 23.850 cirurgias de correção de hérnia incisional no Sistema Único de Saúde, segundo o Datasus.

A hérnia incisional é causada pelo enfraquecimento muscular da região que foi operada. Quanto mais cirurgias na mesma área, maior é a chance de apresentar a condição, que é a situação de Bolsonaro.

“Hernia incisional é uma hérnia que se forma na ferida cirúrgica. O fato dele (Jair Bolsonaro) ter sido operado mais de uma vez enfraquece ainda mais a parede abdominal e predispõe a formação da hérnia”. Afirma Jacquelinny Lopes, cirurgiã do Hospital Regional do Cariri.

O presidente deverá se afastar três dias do governo, mas, segundo cirurgiã do Hospital Regional, “o tempo de o ideal é pelo menos 30 dias de ‘repouso’. O esforço físico antes da cicatrização adequada pode precipitar o retorno da hérnia.”

A cirurgia é a única forma de corrigir a hérnia incisional. Além de trazer resultado estético, o procedimento impede possíveis agravamentos da situação.

Share this Story
Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Notícias

Veja Também

Confira o gabarito oficial do Enem 2019

As notas oficiais só serão divulgadas em janeiro de 2020.