Justiça nega habeas corpus a médico suspeito estuprar pacientes

O pedido habeas corpus foi negado no TJCE por 2 votos contra 1

Notícias
médico e ex- prefeito continuará preso

Foto: Reprodução

Na manhã desta terça-feira (10),  no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), por 2 votos a 1, foi negado o pedido de habeas corpus do médico e ex prefeito de Uruburetama, José Hilton Paiva. Acusado de abusar sexualmente de pacientes durante consultas médicas.

Julgado na 3ª Câmara Criminal do TJCE, os desembargadores José Tarcílio Souza da Silva e Marlúcia de Araújo Bezerra votaram contra a liberdade do médico e o magistrado Francisco Lincoln Araújo, que também é o relator do caso, votou a favor.  A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) indiciou o prefeito por estupro de vulnerável.

Leandro Vasques, advogado de defesa de Hilson, garantiu que vai recorrer da decisão, mesmo a respeitando. O pedido começou a ser julgado na última quarta (4), mas foi adiado após um dos desembargadores pedir vistas do caso, na ocasião, a votação favorecia a liberdade do médico, já que dos 3 votos, 2 eram favor do concedimento do habeas corpus.

Share this Story
Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Notícias

Veja Também

Confira o gabarito oficial do Enem 2019

As notas oficiais só serão divulgadas em janeiro de 2020.