Mais da metade dos alunos do ensino médio público do Ceará tem sono insuficiente, diz estudo

De acordo com a pesquisa, conciliar os estudos com atividade remunerada é um dos fatores que explicam a baixa duração de sono para 63% dos entrevistados.

Educação

Foto: Freepik

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Ceará (UFC), indicou que mais da metade dos estudantes cearenses de escolas públicas entre 14 e 17 anos têm sono insuficiente (55%) ou possuem sonolência excessiva durante o dia (45%). Os problemas afetam mais os alunos dos períodos, integral e matutino em comparação a quem estuda à tarde.

De acordo com a pesquisa, conciliar os estudos com atividade remunerada é um dos fatores que explicam a baixa duração de sono para 63% dos entrevistados. No estudo, foram entrevistados 11.525 estudantes do ensino médio de 123 escolas públicas do estado.

O autor da pesquisa é o doutorando em Ciências Médicas, Felipe Alves. De acordo com ele, o problema é mais frequente entre matriculados em tempo integral, 70% deles afirmam dormir menos de oito horas por noite. Em seguida, vêm os de turno matutino (63%) e noturno (56%). Os menos afetados são os que estudam à tarde: 38,2% dormem menos que o ideal.

Outras variáveis avaliaram o sono dos adolescentes, considerando aqueles que, além de estudarem, trabalham, e ainda os que usam ou não dispositivos eletrônicos à noite, antes de ir à cama.

Uma das soluções propostas por Felipe, seria adiar o horário de início das aulas matutinas do ensino médio, para que começassem mais tarde, “prática já adotada no exterior e que potencializa o desempenho dos estudantes”. Apesar de reconhecer que “tem difícil implantação, na prática”, o pesquisador reforça a responsabilidade das escolas em agir sobre essa questão.

Estudos e neurocientistas já disseram que estudantes não dormem o suficiente devem ter mais dificuldade de lembrar informações. No sono, há diferentes etapas, em cada uma delas uma parte da memória é processada. Dormir é essencial para o cérebro absorver conhecimento.

Share this Story
Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Joedson Kelvin
Carregar Mais Em Educação

Veja Também

Chuvas no Cariri amenizam calor neste início de semana

Os últimos meses foram marcados por muito calor na região, com as precipitações, apesar do pouco volume registrado, o clima ficou mais ameno.